Bernese Montanhês: origem, características, dicas de cuidado e muito mais!

Bernese Montanhês: origem, características, dicas de cuidado e muito mais!

25 de junho de 2022 0

O cachorro Bernese é um dos mais antigos do mundo. Também chamado de boiadeiro bernês ou boiadeiro montanhês de berna, sua origem ainda é um pouco incerta, mas pesquisadores possuem uma ideia de onde essa raça veio.

O Bernese é um cão de porte grande e robusto, além de possuir pelagem que chama a atenção de qualquer um que passe mesmo distante. Tipicamente trabalhador, ele possui energia de sobra para garantir a proteção de quem ama.

Esta raça possui algumas características que a torna única, bem como requer alguns cuidados que todo dono deve ter antes de adotar.

Para sanar quaisquer dúvidas a respeito desta raça, nossa equipe reuniu neste artigo as principais informações a respeito do cachorro Bernese. Com certeza, você vai se apaixonar por ele!

Neste guia completo você encontrará os seguintes tópicos sendo abordados:

  • Origem e história do cachorro Bernese;
  • Características físicas do animal;
  • Temperamento;
  • Saúde do Bernese;
  • Perguntas frequentes;
  • Dicas de cuidado.

Boa leitura!

Origem e história do cachorro Bernese

O Bernese Montanhês é uma das raças mais curiosas e antigas do mundo. Por anos ela vem intrigando cientistas e pesquisadores que não sabem ao certo de onde esse cachorro surgiu. Até então, todos os dados sobre esse animal são apenas especulações.

Acredita-se que os primeiros cachorros desta raça surgiram na Suíça, há cerca de 2 mil anos, mas a espécie que conhecemos hoje apenas por volta do ano de 1900. 

Como a maioria dos cães de grande porte daquela época, os tutores aproveitavam sua aparência física para protegerem seus pastos, bem como guardarem seus terrenos e puxar carroças.

Foi exatamente na Suíça onde mais se desenvolveram. O cão Bernese também faz parte do grupo dos cães montanheses do país (que conta com outras três raças, mas pouco conhecidas). 

Existe uma linha de pensamento que defende a teoria de que os cães desta raça são o resultado do cruzamento entre cachorros locais e Mastiffs, que chegaram ao país após a invasão de Roma. 

O importante é que o Bernese Montanhês teve participação essencial na sociedade agrária da época. Até nos cachorros de hoje é possível reconhecer alguns hábitos de seus ancestrais. 

Apesar de sua importância, por pouco a raça quase foi extinta no final de 1800. Isso não aconteceu graças ao cientista Albert Heim que realizava pesquisas constantes sobre cachorros suíços. 

Após ser descoberto pelo pesquisador, a raça foi amplamente espalhada pelo resto da Europa, indo além da Suíça.

O primeiro cachorro da raça Bernese chegou na América por volta de 1926, e o seu reconhecimento pela AKC aconteceu apenas mais de 10 anos depois, em 1937.

Características físicas

As características físicas do Bernese chamam muito atenção, desde a sua aparência amigável até a pelagem brilhante. Sobre o seu corpo, ele costuma ser mais longo e alto, com o crânio levemente arredondado quando visto de frente.

Seu pescoço é bem definido, sem contar com os músculos do resto do seu corpo. Normalmente, eles medem cerca de 64 centímetros, e pesam algo em torno de 42 quilos. São realmente gigantes!

O dorso firme e niveladamente reto são marcas características desta raça. O comum é que os ossos do corpo são extremamente fortes, o que aumenta a resistência do animal a atividades físicas. 

O curioso é que seus olhos dão aspecto meigo ao Bernese, o que faz ninguém imaginar o quão resistente este cachorro é. 

Os Berneses são geralmente saudáveis, mas outros problemas genéticos de saúde podem afetar os cães, como câncer, displasia coxofemoral e atrofia progressiva da retina.

Essa raça adora se exercitar, por isso tem um corpo bem definido e musculoso. Por fim, o filhote mostra movimentos livres e passos retos que parecem inchar.

As cores da raça Bernese não costumam variar muito, ficando entre pelos negros com branco e castanho.

Temperamento do Bernese

Excelentes cães de companhia, os Berneses fazem de tudo para agradar seus donos e ficar por perto deles. 

Eles podem ser um pouco reservados e pouco receptivos com estranhos, mas nada que um adestramento correto não ajude. 

Outra característica bem marcante dos cães dessa raça, é que eles são muito espaçosos (para não dizer folgados). 

Seu relacionamento com crianças e outros animais costuma ser mediano, visto que a raça é muito territorialista, então, sempre ficam atentos a possíveis ameaças.

Apesar da sua pelagem chamativa, eles são muito friorentos. Então, se você for adotá-lo como cão de guarda, lembre-se de não deixar seu pet sem mantimentos necessários para passar a noite. 

Os cachorros Berneses costumam ser bem fáceis de treinar, não havendo muitas complicações. Uma dica útil é aproveitar o companheirismo do animal e utilizar o método de adestramento por recompensas. 

Eles também não latem muito, apenas em casos onde sentem que a sua segurança ou dos seus donos está em perigo, ou quando algo está incomodando o animal, seja fome, coceira, ou apenas carência mesmo.

Uma curiosidade é que os cães desta raça são bem pacientes, então com crianças eles se dão bem. Apesar de suportarem brincadeiras mais pesadas, sempre esteja atento, pois estamos falando de um animal de porte grande. 

Saúde e cuidados com seu animal

O Bernese, apesar de calmo, pode ter alguns piques de agitação durante o dia. Então, não estranhe se ele simplesmente sair correndo por aí, pulando nas coisas como um doido. Ele está apenas gastando energia!

O recomendável é que sua casa seja equipada para lidar com um animal de grande porte como o Bernese. Isso significa que muros com telas de proteção, e um campo para ele correr são sempre uma boa opção.

Além dessa alternativa, o tutor também pode estimular o animal a realizar atividades físicas para manter a calma, como 30 minutos de caminhada ou corrida. Estabeleça uma rotina e conte com a presença do Bernese!

Lembra que dissemos que os cachorros desta raça costumam ser friorentos? Pois, é! Por esse motivo, eles sempre buscam estar no sol, para se aquecer de alguma forma. 

O problema é quando esse tempo exposto ao calor passa do recomendável, e começa a causar problemas de insolação no animal. Tente optar pelos exercícios de manhã cedo ou à noite. 

O pelo desse cachorro é um evento à parte. Ele é formado por uma espessa camada dupla com uma espécie de casaco externo e um subpelo. É essencial que o tutor sempre monitore a pelagem do Bernese, de modo a encontrar possíveis machucados ou problemas de pele.

Uma característica única e bem marcante dessa raça é a marca branca no peito que parece bastante uma cruz invertida, bem como seu detalhe branco entre os olhos e no fim da cauda.

Pelagem e corpo do Bernese

Infelizmente, a perda de pelo é um problema recorrente em todos os cachorros Bernese, principalmente durante a primavera e o outono. 

Para facilitar a saída dos pelos mortos, o tutor pode escovar a pelagem do animal quantas vezes quiser (mas sem estressar o seu pet).

Em relação aos banhos, o ideal é que o grandão encare a água a cada três meses, mais por questão de manter a boa aparência. Normalmente, eles não costumam sujar-se muito. 

Caso você more em um lugar mais quente, pode reduzir esse intervalo de tempo. Manter o Bernese fresco é essencial para a sua saúde!

As unhas e dentes do cachorro também merecem atenção especial. Se possível opte pela escovação diária para garantir a saúde bucal do seu amigão. 

Enquanto isso, você pode cortar as unhas do seu cachorro a cada um mês para evitar que ele machuque a si mesmo ou seus donos sem querer. Tome muito cuidado nessa hora, visto que as chances de machucar o animal são altas.

Para te ajudar, leia também: como cortar unha de cachorro.

Dica: quanto mais cedo você ensinar o Bernese a colaborar com esses cuidados, mais fácil será durante a fase adulta.

É importante você mostrar ao cachorro como essa experiência é agradável para ele, seja por meio de palavras de incentivo ou recompensas como petiscos. 

Alimentação do Bernese

Geralmente, é recomendado que o tutor dose a comida do Bernese em 3 a 5 xícaras de ração seca. É importante escolher uma marca que seja rica em nutrientes, para garantir a longevidade do animal!

Mantenha seu cachorro com a saúde em dia e, em caso de dúvidas ou problemas, não deixe de procurar ajuda profissional de um veterinário. 

Cuidar de animais de estimação é muito importante e faz uma grande diferença na sua saúde e qualidade de vida.

Fornecer alimentos nutritivos que atendam às necessidades nutricionais específicas de cada categoria animal é importante para filhotes, adultos e idosos. Alguns donos optam pela alimentação natural, mas sempre com vistoria profissional.

Dúvidas frequentes sobre o Bernese

bernese

Abaixo, nossa equipe reuniu as dúvidas mais recorrentes a respeito da raça Bernese. Confira!

Quanto custa um filhote de Bernese?

Depende muito, mas um filhote de bernese pode ser encontrado por volta de 5 mil reais. Antes de você comprar, é muito importante que analise as condições que as mães dos filhotes vivem.

Infelizmente, muitos criadores exploram as fêmeas e deixam os animais viverem em situação deplorável, com o único objetivo de procriar. 

Ele pode viver em apartamento?

Lembre-se que o Bernese se trata de um cachorro de grande porte. Então, manter ele em apartamentos ou casas pequenas não é o mais indicado.

É um bom companheiro para crianças?

Demais, contanto que sejam da sua família. Por ser muito grande, é normal que as pessoas tenham medo de deixar esse cachorro sozinho com os pequenos, mas ele é cuidadoso e não representa mal algum.

O único perigo é, por acidente, seu enorme corpo acabar machucando as crianças. Então sempre fique atento para prevenir.

Bernese late muito?

Apenas quando necessário. De maneira geral, ele é um animal bem silencioso. 

Apresenta problemas ao ficar sozinho em casa?

Não é recomendável que o cachorro desta raça fique em casa sozinho por muito tempo. Ele adora estar perto de seus donos, então é essencial dar atenção ao pet.

O cachorro Bernese pode frequentar clubes ou praias?

Pode sim, contanto que haja sombra e água fresca a todo momento para o cãozinho se refrescar. Lembre-se da propensão que esse animal tem a desenvolver insolação, então tome bastante cuidado! 

Como estimular o cachorro a fazer exercícios?

Bom, lembre-se de que o cachorro Bernese era muito utilizado para proteção e carregamentos. Ou seja, optar por brincadeiras que estimulem seu instinto de caça pode ser uma ótima opção para manter seu cachorro ativo!

Caso você tenha se apaixonado por esta raça, decidiu tê-la, mas ainda não sabe que nome colocar, nossa equipe reuniu algumas sugestões para você considerar:

Machos: Brutus, Popeye, Pantera, Limpa Tudo, Caçador, Luke, Zeus, Sheik, Frederico, Super Pano, Hércules.

Fêmeas: Elisa, Céu, Tulipa, Condessa, Penélope, Joy, Filipa, Pedrita, Tina, Majestade, Diana, Hera, Bela, Stella, Maya.

Bernese: considerações finais…

Pronto! 

Agora sim você pode dizer que entende tudo sobre o cachorro Bernese. Para finalizar, concluímos que esses cãezinhos podem ser os companheiros mais fiéis e animados que você poderá encontrar.

Quem está procurando por uma raça companheira, leal, animada e protetora, com certeza vai se apaixonar pelo Bernese. É preciso que o tutor do animal tenha responsabilidade para saber lidar com os cuidados que esse cãozinho exige.

Invista tempo e sua paciência no adestramento do seu amigão, e não se esqueça dos check-ups rotineiros ao veterinário! Somente assim você garante que ele viverá por muitos anos e de forma saudável e feliz!

Gostou do artigo? Não deixe de compartilhar conosco sua opinião sobre este conteúdo! Deixe nos comentários o que achou e, claro, não se esqueça de compartilhar o nome do seu cãozinho!

Confira também outros conteúdos sobre as raças de cachorro mais famosas:

Até a próxima!

Planeta dos Animais
Planeta dos Animais

Aqui você descobre tudo sobre o seu animalzinho de estimação, seja ele um cachorro ou gato. São muitas informações, dicas de cuidados e várias novidades sobre esse fantástico mundo animal!