Um cão amigável está em abrigo há 730 dias, sem esperança de adoção


cão-amigável
Um cão amigável está em abrigo há 730 dias, sem esperança de adoção. (Imagem: The Dodo)

Coco foi entregue ao Main Line Animal Rescue (MLAR) em 2019 depois que sua família se mudou de Connecticut para a Pensilvânia e não tinha mais tempo para ele. O abrigo esperava que eles pudessem encontrar uma nova família mais cedo ou mais tarde, como eles esperam com todos os seus animais, mas infelizmente isso não aconteceu com Coco. Acompanhe esse cão amigável aqui no Planeta dos Animais.

Leia mais: Gangue de cavalos selvagens adora roubar pessoas para fazer lanches

Já se passaram mais de 730 dias desde que Coco chegou ao abrigo e ele ainda está lá. Ele não teve um único compromisso de adoção. Ninguém expressou qualquer interesse por ele. Coco ainda está esperando a família perfeita finalmente notá-lo.

Conheça a história de Coco, o cão amigável que aguarda uma família

MAIN LINE ANIMAL RESCUE

Coco é o cachorro mais doce quando conhece alguém, mas ele é tímido e pode demorar para criar intimidade. Por isso, os funcionários do abrigo presumem sua timidez é parte do motivo pelo qual ele ainda está esperando.

Leia mais: Ovelhas ajudam o homem a enviar uma mensagem para sua amada tia no céu

“Coco é muito cauteloso com estranhos, mas uma vez que sabe que eles não têm intenção de fazer mal e que pode confiar neles, ele é divertido, amoroso e brincalhão”, de acordo com Heidi Mottin, voluntária da MLAR.

MAIN LINE ANIMAL RESCUE

Parte da cautela de Coco definitivamente vem do fato de que ele está no abrigo por muito tempo. É difícil relaxar em um ambiente de alto estresse com tantos outros cães por perto, mas quando ele estiver em seu novo lar, seus amigos do abrigo estão confiantes de que ele será capaz de relaxar mais e se acomodar confortavelmente.

Leia mais: Cadela que perdeu seus filhotes adota 10 cãezinhos órfãos

Enfim, vamos torcer para que esse cão amigável consiga uma nova família em breve, pois é triste ver um bichinho tanto tempo sem um lar.


Gostou? Compartilhe!

0