Dálmata: curiosidades, cuidados, quanto custa e muito mais!

Dálmata: curiosidades, cuidados, quanto custa e muito mais!

canmore
por canmore
3 de junho de 2022 0

O cachorro Dálmata é divertido e único! Sua aparência é, com certeza, uma das mais diferentes do reino canino. Seu visual semelhante a um sorvete de flocos, faz dele um dos cachorros mais amáveis que existem. 

Seja por causa do pelo cheio de pequenas manchas, seu estilo lúdico ou personalidade atrativa, ele sempre chama atenção por onde passa. 

A raça Dálmata criou um legado de sucesso e fama. As crianças adoram brincar com esses cachorrinhos, e os adultos podem ter a certeza que vão ficar com boas memórias. 

Para sanar quaisquer dúvidas a respeito desta raça, nossa equipe preparou este artigo super completo. Aqui, você encontrará os seguintes tópicos:

  • História do Dálmata;
  • Características dessa raça;
  • Temperamento;
  • Saúde;
  • Quanto custa um filhote de Dálmata?
  • Cuidados necessários;
  • Curiosidades sobre a raça.

Boa leitura!

História do Dálmata

Um dálmata visto de frente.

Pouco se sabe sobre a origem da espécie Dálmata. Há uma teoria de que uma cidade na parte ocidental da ex-Iugoslávia havia recebido o nome de “Damácia”, onde pesquisadores haviam identificado traços da composição genética do animal. No entanto, há poucas evidências de que essa história seja verídica. 

Outra teoria defende o ponto de que, no final do século XVIII, existia uma espécie de cachorro branco com manchas, o Talbot Hound.

Em seu histórico, há informações sobre sua função protetora e comportamento despojado. Tanto que, durante o período da Regência, a raça foi utilizada para acompanhar as carruagens junto aos cavalos, para defendê-los dos ataques de outros animais.

Essa raça  logo foi integrada a outras atividades de prestígio e segurança. Ainda hoje não é incomum ver Dálmatas andando com bombeiros e policiais ingleses.

Mas foi durante a década de 1990 que o Dálmata conquistou o coração de todos através das telas de cinema!

Ele chegou a estrear grandes produções cinematográficas, o que fez com que sua popularidade aumentasse de vez. 

Características do Dálmata

Um dálmata de lado olhando para cima.

O tamanho do Dálmata é uma das características mais marcantes deste animal. Seja ele adulto ou filhote, você sempre terá uma figura impactante, músculos fortes e porte equilibrado. E, claro, não podemos deixar de dar destaque para as famosas manchas no corpo.

Segundo a CBKC (Confederação Brasileira de Cinofilia), a cor da pelagem Dálmata continua a mesma desde sua origem. Com couro branco, suas manchas podem ser pretas ou marrons, variando entre 2 e 3 polegadas.

Dálmata é uma espécie comum que rouba a atenção em todo lugar que chega.

O padrão da raça não costuma ser muito diferente: pelagem branca com manchas cinza escuras ou tons de marrom. É um símbolo de bastante prestígio, pois é única!

O engraçado, porém, é que as manchas vêm depois. Sim, os filhotes nascem impecáveis, totalmente lisos! Como por mágica, manchas crescem em sua pelagem. E é muito bom ver essa mudança!

A pelagem dos Dálmatas deve ser curta, forte, lisa e brilhante, e as manchas ou pontos costumam ser redondos, de cor escura. Perto da parte superior das pernas, as manchas são grandes e diminuem de tamanho nas laterais do cão. 

O que é diferente em outros Dálmatas é a combinação de cores das manchas. Alguns incluem apenas pretos, outros uma combinação interessante de preto e marrom. Em cada cãozinho essa característica é única!

Temperamento do cachorro Dálmata

Dálmata sorrindo em um fundo branco.

O Dálmata é muito atencioso e honesto. Mas você tem que brincar e prestar atenção nele, caso contrário esteja preparado para perder a paciência! 

É natural que ele seja assim, pois na verdade está em seu DNA proteger e se exercitar. Aliás, ele é um cachorro muito inteligente. 

No entanto, como qualquer outro cão, a raça Dálmata tem sua própria personalidade. Ela precisa ter seu espaço, alimentação adequada e sua saúde emocional preservadas. Nesse sentido, aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a começar:

  • faça-o feliz, aposte em jogos que combinam força e velocidade;
  • reviva sua criatividade, priorize jogos que estimulem seu pensamento;
  • para mantê-los calmos, dê um pouco de liberdade. Eles adoram passear!

Comportamento do Dálmata com outras pessoas e animais

O cuidado com as crianças e outros animais é indispensável. 

Desde filhote, é recomendável que o tutor do Dálmata o deixe socializar com os outros membros da família. Ele é naturalmente desconfiado, então isso pode ser um desafio.

Além disso, é recomendável respeitar seus momentos de silêncio. Dálmata gosta de brincar com todo mundo, mas é melhor não cruzar o limite.

O Dálmata costuma latir demais?

Não, o Dálmata é um cachorrinho que pouco late. Quando o fizer, será por diversão ou como um sinal de alerta.

A raça é destrutiva ou agitada?

Não que seja destrutivo, mas o Dálmata precisa de exercício e espaço para gastar sua energia. Caso contrário, alguns móveis ou utensílios domésticos podem ser danificados.

Se ele é muito forte, é normal que ele queira brincar muito. Se ele correr muito rápido, prepare um bom litro de água e um bom lugar para descansar. O que mais você pode esperar de um animal de corrida? 

Saúde

Dois dálmatas correndo em um gramado.

É bom saber como cuidar da saúde dessa espécie, mesmo que seja um desafio. Outros problemas podem surgir como resultado de má nutrição e crescimento, então fique alerta.

Resistência ao frio

A pelagem de um Dálmata não o protege do frio. Pelo contrário, seu pelo, por ser fino e curto, oferece pouca proteção contra mudanças bruscas de temperatura. 

Portanto, mantenha-o aquecido. Em dias frios, deixe ele ficar dentro de casa e prepare um canto para ele se acomodar. Também coloque cobertores em sua cama, isso fará com que ele se sinta bem e confortável.

Higiene básica

Tomar banho não é muito uma das atividades favoritas do cachorro Dálmata, mas é importante mantê-lo limpo. 

Escove seus pelos com uma escova de cerdas macias, isso estimulará sua circulação sanguínea, eliminará as células mortas e o tornará mais atraente.

Dentes 

É importante manter a saúde bucal do Dálmata em dia. A escovação regular dos dentes protege contra doenças e enfermidades. 

Tente também ter certeza de que ele está mastigando adequadamente. A forma dos dentes de um cachorro diz muito sobre o que acontece com seu corpo. É bom estar atento!

Surdez

Infelizmente, a surdez é um problema muitas vezes associado ao tipo. Pode ser que isso aconteça com ambas orelhas, mas, se for só com uma, ele ainda poderá viver normalmente. 

Quando ambos ouvidos são comprometidos, o animal precisará de cuidados especiais.

Pedra nos rins

Pedra nos rins ou “urolitíase” é uma doença na qual pequenos cristais são encontrados no trato urinário de um cão. Essas “pedras” são os blocos de construção dos alimentos. 

O cão pode sentir dor ao urinar, até mesmo tendo uma pequena quantidade de sangue na urina. 

Em alguns casos, a cirurgia é necessária para removê-las. Portanto, cuide de uma alimentação saudável e garanta a ingestão de bastante líquido. E sempre mantenha as consultas ao veterinário regulares.

Displasia coxofemoral

É uma mutação nos ossos, hereditária e ocorre na classe dos cães idosos. Como é uma doença degenerativa, pode enfraquecer gradualmente um animal, em especial o Dálmata.

Cuidar do seu cão é importante para lhe dar a qualidade de vida que ele precisa. Tente manter a alimentação do seu animal de estimação sempre saudável, isso evita até problemas como obesidade e colesterol.

Nível de exercício do cão

Dálmata precisa de esportes em sua vida. Futebol, corrida, brincadeiras… Não pense que uma diversão básica o satisfará! Seu nível de exercício deve ser alto, para ser adequado à energia que o animal possui.

E, embora alguns especialistas o descrevem como um não-jogador, isso não significa que ele esteja sempre ocioso. É quase impossível ver um Dálmata com excesso de peso, por exemplo. Ainda assim, é bom mantê-lo sempre em atividade. Isso ajudará seu metabolismo a funcionar melhor.

Quanto custa um filhote de Dálmata?

Dois filhotes de dálmatas um do lado do outro.

Quem sonha em ter pequenos flocos de sorvete em forma de cachorro se depara com a pergunta: quanto custa um Dálmata? O preço pode variar de R$ 3500 a R$ 4.000. – O valor é calculado com base no preço dos filhotes dos principais pontos de venda do país.

Antes de tomar a decisão de comprar um cachorro, tenha em mente que existem muitos animais que foram largados nas ruas ou resgatados por organizações privadas em busca de uma família amorosa. Não deixe de conferir!

Cuidados necessários com a raça

Um dálmata adulto em meio a pedras.

A pelagem de um Dálmata é bem curta, firme e não exige muitos cuidados. Inclusive, a raça possui um pelo bem resistente e com tendência ao brilho. No entanto, as escovações ainda se fazem necessárias, a fim de evitar a queda e facilitar o nascimento de novos pelinhos.

A predominância do branco nos pelos exige shampoos que aprimorem esse tom e os mantenha sempre limpinhos. Devido a este fato, sempre priorize os produtos que favoreçam pelagens claras.

Como todo animal, o Dálmata também precisa dos cuidados básicos com a sua higiene. Os banhos não precisam ocorrer de forma tão frequente. Mas, mesmo assim, óleos devem ser utilizados para manter a qualidade e o brilho dos pelos do animal.

A escovação dos dentinhos também é um ponto fundamental para garantir os cuidados com a higiene bucal do seu pet. Elas evitam complicações como cáries, tártaros, placas bacterianas e mau hálito.

Uma das complicações mais comuns na raça é a surdez e, por esse motivo, deve-se ter atenção redobrada com as orelhas do Dálmata

Estima-se que 22% dos Dálmatas sofrem com esse problema, sendo em alguns casos apenas em um dos ouvidos. Sendo assim, as limpezas devem acontecer com mais frequência e com os produtos recomendados.

Além dos probleminhas com surdez, outras condições são bem comuns nos Dálmatas e, por isso, demandam uma quantidade maior de cuidados. Um deles tem a ver com o sistema urinário do pet, por causa dos altos níveis de ácido úrico em seu metabolismo.

Analisar se ele está fazendo xixi regularmente e com a coloração adequada. Caso o dono do animal note qualquer alteração, por menor que seja, um veterinário deve ser contatado imediatamente.

Na pele do seu amiguinho também podem surgir pequenas feridas e machucados com mais frequência, devido ao alto nível de sensibilidade que ela tem. Uma alimentação saudável e adequada também ajudará a manter a pele mais forte, protegida e resistente!

Curiosidades sobre os Dálmatas

Dálmata filhote em um fundo azul.

O Dálmata é um cão distinto, não apenas por seu padrão manchado, mas também por seus traços bem definidos. Eles são cães diligentes e precisam ser encorajados dentro de casa para que não se cansem. 

Como dissemos, o Dálmata é uma das raças mais companheiras que existem. Além disso, eles possuem algumas curiosidades que chamam bastante atenção. Confira abaixo as principais!

Ativo e entusiasmado

Como mencionado anteriormente, o Dálmata é uma superpotência de energia. Eles sempre precisam de incentivos e atividades que tornem seus dias mais fortes e produtivos. 

Você precisa sair com seu cão Dálmata todos os dias – ele pode correr e fazer outras atividades para despender sua energia

Um forte olfato

Os Dálmatas são animais farejadores e curiosos, por isso devem ser incentivados a interagir com o ambiente. São cães de caça e, por isso, adoram brincar com objetos, como bolas.

Leal e protetor

Ter um Dálmata é como ter um guarda: um cachorro que ficará com você 24 horas por dia. Os cães mais velhos não têm noção do seu tamanho e rastejam por onde podem, apenas para estarem mais perto dos seus donos. 

Além de seguir sua família em todos os lugares, os Dálmatas adoram receber atenção e fazem questão de estar presentes em qualquer situação!

Raça muito inteligente

Dálmata é um cão muito inteligente, embora possa não parecer assim. Os cães domésticos aprendem instruções rapidamente e, quando treinados adequadamente, são exemplos reais de aprendizado.

Lembre-se de que eles valorizam a honestidade, incluindo o filhote Dálmata, que consegue entender comandos facilmente desde cedo.

Dálmata: considerações finais…

Os Dálmatas podem ser os cachorros mais fiéis que você encontrará. Com alta energia (quase infinita), seu pet pode ser um pouco exigente na hora de querer atenção.

Lembre-se que é preciso ter alguns cuidados específicos para garantir a saúde do seu Dálmata, além das precauções básicas. 

Esperamos que você tenha gostado do artigo, não deixe de comentar sua opinião e o nome do seu cachorrinho!

Confira também outros conteúdos que podem facilitar sua vida de pai ou mãe de pet:

Até a próxima!

canmore
canmore

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.