Maltês: valor, cuidados, curiosidades e muito mais! Guia completo

Maltês: valor, cuidados, curiosidades e muito mais! Guia completo

O Maltês, ou Bichon Maltês como também é conhecido, é uma das raças de cachorro mais antigas do mundo e, desde então, ganhou o coração da maioria das famílias por seu jeito dócil, companheiro e inteligente de ser.

Essa raça é facilmente identificada por conta de seu porte pequeno e sua pelagem branca. 

Além de ser um cão de companhia, eles também são utilizados como pet de terapia e se destacam por participar em diversas competições, como agility, obediência e tracking. 

Então, se você está pensando em ter um cachorro Maltês este conteúdo é perfeito para você! Continue a leitura até o final, visto que ao longo deste artigo iremos detalhar:

Preparado?

Então, vamos lá!

Origem da raça Maltês

De acordo com diversos registros encontrados, o Maltês surgiu na República de Malta, por volta do ano 500a.c., ou seja, ela é considerada uma das raças mais antigas do mundo.  

Existem cerâmicas e esculturas do século V em que essa raça aparece, além de estarem presentes em pinturas antigas. 

Apesar de não aparentar por sua elegância, o Maltês foi criado com o objetivo de caçar ratos e roedores da época, por isso seu pequeno porte, já que seu tamanho facilitava a entrada em tocas e esconderijos para as caçadas.

Ao longo dos séculos, o cachorro Maltês passou por diversos cruzamentos, principalmente no Reino Unido, e com isso, foram diminuindo ainda mais de tamanho, além de ganharem novos traços estéticos, como na cor de sua pelagem, até chegar em sua tonalidade padrão que é o branco.

Por mais que sejam animais antigos, só chegaram na América por volta de 1800 e, nos Estados Unidos, em 1877. 

Outro fato curioso é que esses pets já tiveram outros nomes, como: “o confortador”, “cão de companhia das damas romanas” e “o spaniel gentil”, entre outros. 

Características do cachorro Maltês

maltes

Características comportamentais 

Veja abaixo a lista com as principais características comportamentais da raça Maltês:

  • amam brincar;
  • são divertidos;
  • grande facilidade em se adaptar;
  • adoram crianças;
  • são adoráveis com visitas;
  • possuem facilidade em gostar de outros animais;
  • por serem carinhosos e companheiros, não gostam de ficar sozinhos em casa, se isso acontecer, podem sofrer com estresse e ansiedade;
  • em alguns momentos, eles podem apresentar uma grande teimosia, mas um bom treinamento pode melhorar seu comportamento;
  • caso estejam irritados ou nervosos, podem mostrar que estão insatisfeitos destruindo seus móveis e tudo que eles encontram;
  • podem ser animais bastante agitados, tudo isso vai depender de seu tutor. Eles se adaptam ao estilo de vida de sua família, portanto, podem ser agitados ou mais calmos. 

Características físicas

Agora, confira abaixo a lista com as principais características físicas do Maltês:

  • tamanho pequeno porte;
  • não apresenta muita variação de cor, seus pelos são lisos, longos e brancos. Contudo, ainda é possível encontrar esses pets em alguns tons de marfim e com pelos mais escuros;
  • os pelos costumam ser mais longos em volta da cabeça, porém é destaque ao longo do corpo;
  • a cabeça da raça é ligeiramente mais longa que o focinho;
  • os olhos tem uma coloração ocre escuro, e na expressão, são bem vivos e atentos;
  • sua altura média é de 25 cm;
  • seu peso médio é por volta de 4 kg.

Saúde do Maltês

O Maltês costuma ser um cão bastante saudável, porém existem alguns problemas de saúde que são típicos da raça. 

Seu coração pode apresentar uma má formação do canal arterial, que acontece quando o cachorro ainda está na barriga da mãe, o que pode causar cansaço e falta de ar. 

A obesidade é comum nessa raça, por isso uma dieta balanceada é fundamental, juntamente com uma ração de qualidade.

Outro ponto importante para impedir o ganho de peso é fazer exercício físico, eles necessitam de caminhadas e brincadeiras para se manterem ativos. 

Caso você perceba algum sintoma estranho com seu amigo, leve-o a um médico veterinário, assim o profissional poderá identificar qual é o problema, e oferecer o tratamento adequado.

Maltês expectativa de vida

A expectativa de vida do Maltês é de 15 anos.

Esse número pode variar de acordo com os cuidados que o seu bichinho recebe, por isso é importante se atentar a alguns pontos de atenção que listamos no próximo tópico. Confira!

Cuidados necessários 

O Maltês não necessita de muitos cuidados, porém, você vai ter que investir algum tempo na manutenção de seus pelos.  

A escovação de sua pelagem deve ser realizada todos os dias, com uma escova de pinos ou até mesmo um pente de aço. Assim, você não deixará que os pelos fiquem embaraçados. 

Caso você não escove todos os dias, os pelos ficarão emaranhados e o seu bichinho sentirá dor quando for acontecer a próxima escovação. 

Como a maioria desses pets são branquinhos, seus pelos ficam cinzas quando começam a se sujar. Quando isso acontece, quer dizer que está na hora de tomar banho.  

Lembre-se que é muito importante utilizar produtos específicos para esses animais na hora da higienização. Após o banho, seque bem o animal. 

A fim de manter a saúde bucal em dia, é recomendado escovar seus dentes regularmente, assim não terão tártaro, bactérias e mau hálito. 

Outro cuidado básico é cortar as unhas de seu cachorro, isso evita que eles se machuquem enquanto se coçam. 

Caso tenha dificuldade em cortar as unhas do seu amigo, leia o nosso artigo sobre como cortar unha de cachorro.

Quanto custa um cachorro Maltês

Se você se identificou com a personalidade brincalhona e divertida da raça, você pode comprar um filhote de Maltês por um preço entre R$ 1.000,00 e R$ 5.000,00. Mas, esse valor pode variar de acordo com o local escolhido.

Você pode encontrar nos principais sites de compra e venda do Brasil, como a OLX, ou até mesmo em canis. Lembre-se sempre de verificar se o lugar fornece todos os recursos para o bem-estar de todos os animaizinhos presentes.

Vale ressaltar que antes de comprar um pet, pense que existem outros vários na fila da adoção, que estão esperando um novo lar. 

Afinal, existe Maltês mini?

Como já citamos, o Bichon Maltês é conhecido por seu pequeno porte, considerado uma raça toy. Mas, afinal, existe o tal Maltês mini?

Se você pesquisar no Google encontrará vários posts onde as pessoas se referem à raça como Maltês “micro toy” ou então Maltês “miniatura”. Entretanto, isso não quer dizer que eles possuem uma estatura menor do que a raça padrão.

Essa classificação refere-se a um grupo de cães pequenos do qual o Maltês faz parte. 

Com isso, a resposta é que não existe o Maltês mini ou micro, já que essa raça tem um tamanho único, que como já citamos, fica por volta de 25 cm.

Veja 10 curiosidades da raça!

Para te ajudar a entender ainda mais sobre essa raça, separamos as principais curiosidades do Maltês, confira abaixo.

1. Queridinha dos egípcios

Por serem animais antigos, essa raça já conviveu com diversos povos. Eles eram adorados pelos egípcios, que construíram diversas estátuas para demonstrar o seu amor pela raça. 

2. Poderes mágicos

Outra curiosidade da raça é que antigamente, tanto os egípcios como os europeus acreditavam que o Maltês tinha poderes mágicos, como a capacidade de curar enfermos. 

Por conta disso, era comum o hábito de colocá-lo nas camas das pessoas que estavam doentes.

Muitos podem achar isso um exagero, mas você sabia que segundo pesquisas dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e do Instituto Nacional de Saúde (NIH), nos Estados Unidos, criar um bicho em casa ajuda a reduzir a pressão sanguínea, o colesterol e o nível de triglicérides (via Exame). 

Além disso, várias pesquisas já indicaram que a convivência com pets reduz a sensação de solidão, ansiedade e depressão. Isso porque, quando o humano passa parte do dia com um bicho, ele passa a produzir mais hormônios como a ocitocina, a prolactina e a serotonina, que melhoram o humor. (via Exame).

Então, podemos afirmar que não só o Maltês, como também todos os outros pets possuem poderes mágicos, não é mesmo? 😉

3. Favorito das celebridades

O Bichon Maltês é uma das raças mais queridinhas entre os famosos, por isso é comum ver por aí essa raça nas casas de celebridades como: Halle Berry, Bruna Marquezine, Scheila Carvalho, Claudia Leitte, entre outras.

4. Raça amada pela realeza

A chegada do cachorro Maltês na Inglaterra ocorreu durante o século XVI, e sem dúvida, foi fácil ganhar o coração dos aristocratas com todo aquele charme único da raça.

Por isso, ela se tornou a favorita entre as damas da realeza. 

Grandes nomes como a rainha Elizabeth I, rainha Maria da Escócia e rainha Vitória não conseguiram se conter aos encantos do pequeno, e também tiveram essa raça em suas casas.

Além disso, o Maltês foi retratado em pinturas de famílias aristocratas.

5. Energia de sobra!

O Bichon Maltês é uma raça com muita energia para gastar, com isso se faz necessário atividades físicas regulares e passeios.

Ele é bem brincalhão e adora ser o centro das atenções também, o que garante muita diversão para a família toda.

6. Sua única cor é o branco

O Maltês tem como cor padrão o branco, mas você sabia que nem sempre foi assim?

Antigamente, ele podia ser encontrado em várias cores, como marrom, por exemplo.

Foi somente no século XX que a coloração branca foi imposta como sendo a padrão da raça, sendo aceito também um leve tom de marfim.

7. Grande caçador de roedores

É quase impossível acreditar que com toda sua graça esse animalzinho era utilizado para caçar roedores na época.

Devido ao seu pequeno porte ele conseguia entrar em buracos e esconderijos para caçar ratos e camundongos. 

No Império Romano, os cachorros da raça Maltês foram utilizados para ajudar a combater a peste, uma doença que era transmitida pela urina dos ratos.

8. Coragem é o seu sobrenome

Apesar de pequeno, o Maltês é capaz de enfrentar qualquer tipo de cachorro independente do tamanho.

Coragem faz parte do seu DNA, e por isso, os tutores dessa raça devem ficar atentos ao contato com outros cães mais briguentos, já que eles podem acabar se machucando.

Outro ponto importante é que o Maltês se enquadra na função de cão de guarda, isso porque, ele é muito observador e ao sinal de qualquer invasão ao seu ambiente, esse cãozinho alerta seus donos sobre o perigo.

9. Vários nomes

Ainda que o nome maltês seja o mais popular e utilizado para esta raça, ele já recebeu vários outras nomenclaturas ao longo de sua história, como:

  • cão leão maltês;
  • maltês terrier;
  • bichon;
  • spaniel gentil.

10. Foi citado por Aristóteles

Até mesmo Aristóteles, grande filósofo, ficou encantado pelo Maltês.

O pensador citou o animal quando ele fez uma lista sobre os cães da Grécia. Nomeando-o assim como “canes malitenses” em latim, que significa cão maltês.

Maltês: considerações finais 

E aí, espero que tenhamos esclarecido todas as suas dúvidas sobre a raça Maltês!

E como o conteúdo foi bem longo, confira abaixo os tópicos que cobrimos neste guia completo:

  • origem da raça Maltês;
  • características do cachorro Maltês;
  • saúde do Maltês;
  • Maltês expectativa de vida;
  • cuidados necessários;
  • quanto custa um cachorro Maltês;
  • afinal, existe Maltês mini?
  • 10 curiosidades da raça!

Agora, queremos saber sua opinião sobre este guia!

Deixe nos comentários se esse artigo te ajudou de alguma forma a entender mais sobre essa raça. Sua opinião é muito importante para nós!

E claro, também não deixe de conferir outros conteúdos sobre pets que podem te interessar:

Até a próxima!

Facebook

Deixe um comentário