Pinscher: saúde, cuidados, origem, características da raça e muito mais! Guia completo

Pinscher: saúde, cuidados, origem, características da raça e muito mais! Guia completo

Provavelmente, o que mais chama atenção em um Pinscher é sua energia inesgotável e disposição, capaz de contagiar todo mundo. 

Pinscher é uma das raças de cachorros de pequeno porte, o que na maioria das vezes representa um animal dócil. No entanto, neste caso, quando percebem que algo de errado está acontecendo, mostram que podem ser bem bravos. 

Geralmente cães pequenos são calmos, mas o pinscher é uma ótima opção de guardião, já que estão sempre alerta em tudo o que ocorre ao seu redor, além de se mostrarem leais e companheiros de seus tutores.

Então, se você quer saber mais sobre essa raça tão popular, continue a leitura deste conteúdo até o final, visto que iremos detalhar:

  • origem da raça Pinscher;
  • características do cachorro Pinscher;
  • saúde do Pinscher;
  • quanto tempo vive um Pinscher;
  • cuidados necessários para o Pinscher;
  • quanto custa um Pinscher;
  • 7 curiosidades da raça!

Vamos lá!

Origem da raça Pinscher

pinscher

Não há muitos vestígios de seu surgimento, mas acredita-se que o Pinscher teve sua origem na Alemanha, há aproximadamente 200 anos atrás, ou seja, essa raça é considerada antiga. 

Outro fato interessante é que por conta de seu pequeno porte, ele foi muito utilizado na época como um caçador de roedores, visto que era possível entrar nos esconderijos e tocas de camundongos e ratos.

Mas, afinal quais cruzamentos resultaram nesse cãozinho?

Segundo estudiosos da área, o Pinscher Alemão (como também é conhecido) é resultado de cruzamento das raças Dachshund, Terriers e Greyhound.

Agora, te convidamos a olhar para a foto desse pet novamente… 

Você acha que ele se parece com alguma outra raça?

Sim, ele é bem parecido com o Doberman, e não é à toa, já que o Pinscher foi uma das raças utilizadas no cruzamento que originou o Doberman.

Agora que você entendeu mais sobre a origem desse doguinho tão popular, vamos nos aprofundar nas características desse pet.

Características do cachorro Pinscher

Características comportamentais 

Dentre as principais características comportamentais do Pinscher, podemos destacar: 

  • temperamento forte;
  • obedientes e bem comportados;
  • curiosos, divertidos e companheiros;
  • corajosos, não sentem medo de enfrentar animais maiores;
  • propenso em entrar em confusões com outros animais devido sua personalidade forte, o tutor deve ficar atento para evitar problemas;
  • caçadores natos, perseguem qualquer animal menor que entrar em casa.

Características físicas

Dentre as principais características físicas dessa raça, podemos destacar:

  • pelagem curta, grossa e densa;
  • sua pelagem tende a ter um brilho natural;
  • estrutura forte e musculosa;
  • sua cor tende a ser preta, podendo contar com manchas marrom-avermelhada;
  • seu tamanho pode variar de 15 a 30 centímetros;
  • seu peso pode variar entre 2 a 6 kg.

Lembrando que as variações de tamanho e peso dos cães dessa raça podem variar de acordo com sua  especificidade, entre os números 0 e 3 que detalharemos no próximo tópico.

Tamanhos de Pinscher

Já dá para perceber que o Pinscher se trata de uma cachorro de porte pequeno, não é mesmo?

Mas, você sabia que existem variações de tamanho da raça?

Exatamente, os próprios criadores começaram a utilizar diferentes nomenclaturas para classificar o tamanho, sendo elas:

  • cachorro Pinscher 0: essa é a menor versão da raça, também conhecida como Pinscher miniatura geralmente mede em torno de 15 centímetros pesando até 2,5 kg;
  • pinscher 1: essa versão da raça é um pouco maior, podendo chegar a 25 centímetros e pesar 3 kg;
  • pinscher 2: nessa variação da raça, o cachorro chega a medir mais de 25 centímetros e pesar 4 kg;
  • pinscher 3: essa é a maior variação da raça, que mede em torno de 30 centímetros e pode pesar até 6 kg.

Características gerais da raça 

Para quem está em busca de um doguinho leal, companheiro e ativo, o Pinscher é uma excelente opção, já que possui essas características positivas – e muitas outras – em sua personalidade.

Definitivamente, é um cãozinho destemido e está sempre em alerta, o que o torna um cão de guarda.

Sem dúvida você já deve ter visto por aí esse pequeno enfrentando cachorros maiores sem medo, não é verdade?

Pois é, a coragem está em seu DNA, e essa raça tende a defender com unhas e dentes sua casa, família adotiva e principalmente, seu tutor ao qual é muito leal – outro ponto marcante em sua personalidade.

Além disso, é considerada uma raça muito inteligente, o que é ótimo para os donos, já que não precisam despender muito tempo para adestrar o amigo.

Veja se é possível criar o Pinscher em um apartamento

Se você mora em apartamento e está considerando ter um Pinscher, temos uma boa notícia!

Cãezinhos dessa raça conseguem se adaptar facilmente a variados ambientes, além de serem de pequeno porte, o que facilita sua moradia em apartamentos menores.

Só um ponto de atenção é em relação ao barulho. Como já citamos, ele pode latir na presença de visitas, ou a qualquer barulho que não esteja acostumado em seu dia a dia, o que pode resultar problemas em condomínios com regras restritas sobre barulho.

Aproveite e confira nosso artigo sobre cachorro em apartamento: veja as melhores raças!

Quanto tempo vive um Pinscher

O Pinscher vive em média entre 12 e 16 anos. Essa é uma vantagem em ter cães dessa raça, já que eles tendem a ter uma expectativa de vida superior a de outros cachorros.

No entanto, sua expectativa de vida depende de diversos fatores, como alimentação, cuidados com a raça, etc. Por isso, é importante ficar atento às necessidades da raça e cuidar do Pinscher com zelo, para que ele possa ficar um bom tempo com a família. No geral, o cão pode viver mais de uma década e meia no círculo familiar.

E por falar em cuidados com a raça, continue lendo e conheça as principais necessidades desse cãozinho no tópico a seguir!

Cuidados necessários para o Pinscher

cachorro-pinscher

O Pinscher não é uma raça que necessita de muitos cuidados, principalmente quando comparada com outras raças de cães de pequeno porte. Com os cuidados corretos, não haverá problemas.

Dentre as principais necessidades referente a saúde do Pinscher, podemos citar:

  • pelagem: por conta de sua pelagem curta, não é difícil cuidar de seus pelos, porém é importante realizar a escovação, pelo menos, uma vez por semana, o que evita o acúmulo de pelos mortos;
  • banhos: os banhos precisam ocorrer regularmente com produtos específicos para cachorro, já que utilizar produtos para humanos pode fazer mal ao seu pet;
  • higienização do ambiente: além de manter o bichinho limpo, é essencial realizar a higienização do ambiente em que ele vive, como os brinquedos, sua casinha e cama;
  • dentes: outro ponto de higiene importante é a escovação de seus dentes, ela deve ocorrer, no mínimo, semanalmente;
  • exercícios físicos: por serem animais ativos e com muita energia, necessitam brincar fora de casa, fazer caminhadas e estimular seu olfato e instinto. Além disso, é importante investir algum tempo brincando com seu amigo;
  • alimentação: é recomendado que a sua alimentação seja equilibrada, saudável e com porções controladas, para evitar a obesidade em seu cão;
  • tempo e dedicação em casa: caso você fique muito tempo fora de casa, não é recomendado que você tenha um Pinscher, já que eles não gostam de ficar sozinhos. Se isso acontecer por muito tempo, eles vão se sentir nervosos e ansiosos;
  • cuidados com o frio: em razão de seu pelo curto, esses pets são muito sensíveis ao frio, então você deve mantê-los agasalhados em baixas temperaturas;
  • unhas: é importante estar sempre atento às unhas desses cães, pois elas crescem com uma grande velocidade. E isso pode oferecer perigo ao animal, já que eles se coçam bastante e o ato pode machucar se as unhas estiverem grandes. 

E por falar em unhas, não deixe de conferir nosso artigo sobre como cortar as unhas do seu pet de maneira rápida, simples e prática. Vale a pena dar uma olhadinha!

Quanto custa um Pinscher

Se você gostou dessa raça, deve estar se perguntando quanto custa um pinscher alemão. A boa notícia é que quando comparado a cachorros de outras raças, ele não tem um custo muito elevado. 

Você pode encontrar filhotes de Pinscher por uma quantia entre R$ 2.000,00 e R$ 5.500,00. O valor exato vai depender de sua linhagem.

Outro ponto de atenção é  encontrar um local de confiança para realizar a compra. 

Essa faixa de preço também se refere a quanto custa um Pinscher 0 ou Pinscher miniatura, que também pode ser encontrado nesses valores. 

É muito importante ressaltar, que mesmo você podendo comprar um Pinscher, existem diversos animais que estão esperando na fila da adoção. 

Veja 7 curiosidades do Pinscher

Uma das melhores alternativas para conhecer uma raça a fundo, é conferir algumas curiosidades. No caso dos Pinschers, por ser uma raça tão querida e complexa, essa lista fica ainda mais interessante.

Pensando nisso, separamos uma lista com 7 curiosidades sobre a raça para quem é apaixonado por Pinscher alemão e está pensando seriamente em ter um desses cãezinhos. Veja!

1. Pinscher não são mini Dobermans

Como dissemos, para muitas pessoas, o Pinscher é parente direto do Doberman.No entanto, embora sejam parecidos, as diferenças entre essas raças vão além do tamanho, já que o Doberman é um cão de grande porte. Na verdade, o temperamento também é bem diferente quando comparados.

Vale a pena ressaltar que o Doberman é uma raça alemã originada a partir do cruzamento de diversas outras raças e, acredita-se, que o Pinscher tenha sido uma delas. 

2. Uma raça antiga 

Pinscher é uma raça que conseguiu um grande destaque no mundo canino nas últimas décadas, sendo um dos favoritos para quem procura um animal de estimação companheiro, com personalidade marcante e pequeno porte. 

No entanto, essa raça é mais antiga do que se imagina. Existem pinturas e relatos de Pinscher alemão há mais de 200 anos. Por isso, é considerada uma raça antiga.

3. Dificuldades para socializar com outros animais

Uma verdade é que os cães tendem a gostar de conviver com outros animais. No entanto, esse pode não ser o caso do Pinscher alemão, que sente dificuldades em socializar.

Isso acontece por conta de sua personalidade forte e temperamento impaciente. Dessa forma, tendem a ser brigões. Inclusive com animais maiores, eles não sentem medo de enfrentar nada nem ninguém dada sua enorme coragem.

4. Tremedeira saudável

Faz parte do senso comum de que o Pinscher é 50% ódio e 50% tremedeira. Na verdade, esse meme ficou bem popular. O fato é que a parte do ódio é falsa, mas a tremedeira é real.

No entanto, ela não significa nenhum problema de saúde e muito menos problemas com raiva. É uma característica natural da raça que, inclusive, é extremamente saudável. 

5. É barulhento

O Pinscher é uma excelente alternativa para quem procura um animal de companhia, mas é preciso estar preparado para o barulho. Isso porque os cães dessa raça, no geral, são barulhentos. 

A maior parte dos barulhos são decorrentes de latidos insistentes. Se eles perceberem qualquer anormalidade, se sentirem ameaçados, ansiosos, estressados ou muito animados, vão latir

6. Pequenos caçadores

Nem todo mundo desconfia, mas o porte pequeno esconde um enorme instinto de caça. Com um excelente faro, os Pinscher estão sempre alerta com o que acontece ao redor.

Animais menores como roedores e, até mesmo, insetos, não são páreos para o instinto desse cãozinho A boa notícia é que ele irá manter sua casa segura desses bichos.

7. Não são dos mais inteligentes

Quem tem um Pinscher afirma: esses cães são muito espertos. No entanto, segundo ranking de inteligência canina criado por Stanley Coren, a raça deixa a desejar no quesito inteligência.

Em seu livro “A inteligência dos cães”, publicado em 1994, a raça ocupa o lugar 53 dos mais inteligentes do mundo. O psicólogo estudioso do comportamento animal considerou a facilidade de aprendizado e raciocínio em seu estudo.

Porém, vale ressaltar a personalidade forte e imponente do animal que pode estar diretamente relacionada, ou não, com a sua facilidade em aprender novos comandos. 

Pinscher: considerações finais…

Como vimos, o Pinscher alemão pode ser uma excelente alternativa de cão companheiro, corajoso e divertido. Além disso, ainda são caçadores natos que podem proteger sua casa de insetos e roedores.

Contudo, embora tenham uma saúde de ferro, é importante se atentar com a higiene do cão e da casa onde ele mora, para não ter problemas com sua pelagem e saúde de um modo geral.

Agora você já sabe quais as características dessa raça, quanto custa um pinscher, quanto tempo vive e como cuidar desse pequeno guerreiro divertido.  Então, compartilhe com seus amigos e deixe um comentário para a gente saber o que achou deste conteúdo. 

Além disso, aproveite para dar uma olhada em outros artigos em nosso site, alguns deles podem te interessar!

Até a próxima!

Facebook

Deixe um comentário